sexta-feira, março 14, 2014

DUAS DÉCADAS DE SAUDADES...

O tempo passa rápido e lá se vão 20 anos sem sua presença em minha vida, em nossas vidas...
Aquele dia, aquele domingo,  foi inesquecível! Pois foi o dia mais triste da minha vida, das nossas vidas.


Sua partida, quase inesperada, naquele domingo, o fim de tarde   mais fúnebre da minha existência. Sua luta contra a morte e sua tentativa vã de ser forte, ficaram para sempre em minha mente e em meus pensamentos. Assim como ficaram dentro do meu peito  as lembranças boas e seus mais preciosos ensinamentos. 


Seu sorriso, sempre contente, permanece vivo dentro do meu coração. Porém, em muitos momentos, daria tudo para ouvir seus passos retornando pra casa, sua voz, seu sorriso, seu cheiro de suor, de vida, de trabalho, de dignidade, de luta e que permanecem  guardadas dentro dessa saudade que não passa. 


Ah, pai querido! Você não imagina quantas experiências e momentos já tive de enfrentar e apesar das dores e dissabores, vencer. Situações  difíceis ,  em muitos momentos,  mas suportáveis  diante de toda forma de dignidade que você me ensinou. Claro, que não sou perfeita, pois só Deus é a perfeição. No entanto, você sabe da minha vida e com você não tenho segredos, pois você se tornou  meu anjo protetor. 


Hoje, são  exatos 20 anos,  que você me deixou, que você nos deixou  aqui e nunca mais voltou. Quanta saudade sinto de ver sua emoção com meus versos, de suas lágrimas de comoção com meu abraço no  dia dos pais. E sua torcida  linda diante da realização dos  meus sonhos.  Mas Deus o levou e você deixou-me aqui com  desafios grandes para  vencer com muito amor . E juro pai, tenho tentado e  sabe que até tenho  conseguido fazer isso, com a ajuda de Deus e o amor que aprendi a ter por tudo que faço, do jeito que muito você me ensinou.


 Valeu, pai. Valeu, por ter me ensinado sobre sentimentos verdadeiros, dignidade, honestidade e por ter me cercado de amor e carinho, tornando-me uma mulher guerreira, de fibra, forte  e segura. 


Valeu pelo grande pai que você foi e por todo amor que dedicou a eu, meus irmãos, irmãs, suas netas e minha mãe. 


Por isso é que você está, aqui dentro,  eternizado em meu coração, pai inesquecível.   Só lhe peço perdão, pelas vezes, que não agi e nem  ajo da forma que você gostaria. Perdão, pai! Só peço que reconsidere meus erros, sou humana. 


Uma coisa tenho certeza, que sinto muita falta do seu amor e do seu carinho, em minha vida!! Eternamente, te amo, pai querido. 


Hoje, 13 de março, 20 anos sem sua presença física em nossa casa, em minha vida e  em nossas vidas... Um dia a gente se encontra, pai!! Até lá!!!


Saudades eternas




Da sua filha


Socorro Carvalho ( Lia)

Postagens em destaque

Em entrevista, o Poeta e Compositor santareno Renisson Luis Vasconcelos fala de sua arte e do amor que tem por Nossa Senhora da Conceição

Estamos na semana que antecede o Círio 2017 de Nossa Senhora da Conceição, Padroeira de Santarém.  Uma semana intensa de preparativos ...