terça-feira, abril 15, 2014

GULOSEIMA PODE AJUDAR A EVITAR BRIGA CONJUGAL, SEGUNDO PESQUISA

Foto divulgada pela Universidade de Ohio mostra um boneco de vodu para 'todos os propósitos'; em estudo, casal podia espetar alfinete em boneco representando cônjuge (Foto: AP Photo/Jo McCulty, Ohio State University)
Baixos níveis de glicose no sangue tornam as pessoas mais irritáveis. Em estudo, casal podia espetar alfinete em boneco representando cônjuge.


Uma barra de chocolate ou outro doce pode aplacar mais do que a fome. Pode prevenir também grandes brigas entre maridos e mulheres, de acordo com um estudo publicado nesta segunda-feira (14) na revista Proceedings of the National Academy of Sciences (PNAS).


Isso porque o nível baixo de açúcar no sangue pode tornar as pessoas irritáveis. De acordo com o pesquisador Brad Bushman, da Universidade do Estado de Ohio, esse fator pode deixar as pessoas em um estado que mistura raiva e fome.


"Precisamos de glicose para ter auto-controle", diz Bushman, principal autor do estudo. "A raiva é a emoção que as pessoas mais têm dificuldade de controlar."


Os pesquisadores avaliaram 107 casais por três semanas. A cada noite, eles mediam seus níveis de glicose no sangue e pediam para cada participante espetar alfinetes em um boneco de vodu representando o cônjuge. Isso indicava os níveis de agressividade.

Eles descobriram que, quanto mais baixos os níveis de açúcar no sangue, mais alfinetes eram espetados no boneco. As pessoas com os níveis mais baixos de glicose usaram o dobro de alfinetes em comparação àquelas com os níveis mais altos de glicose, de acordo com os pesquisadores.
O estudo também constatou que os cônjuges geralmente não estavam com raiva uns dos outros. Em cerca de 70% das vezes, as pessoas não espetavam nenhum alfinete no boneco, diz o co-autor do estudo, Richard Pond Jr, da Universidade da Carolina do Norte em Wilmington. A média de todo o estudo foi de um pouco mais de um alfinete por noite por pessoa.
Três pessoas colocaram todos os 51 alfinetes disponíveis de uma só vez - e uma pessoa fez isso duas vezes - segundo Pond. Segundo Bushman, há uma boa razão física para ligar o ato de comer às emoções: o cérebro, que representa apenas 2% de todo o peso corporal, consome 20% de nossas calorias.
Os pesquisadores dizem que comer uma barra de chocolate pode ser uma boa ideia se o casal está prestes a discutir um assunto delicado, mas que frutas e vegetais são uma estratégia melhor para manter os níveis de glicose a longo prazo.


Outras opiniões

Especialistas não envolvidos no estudo têm opiniões divergentes sobre a pesquisa. Chris Beedie, que ensina psicologia na Universidade Aberystwyth, no Reino Unido, disse pensar que o método do estudo é falho. Uma melhor estratégia seria dar aos participantes níveis altos de glicose em algumas ocasiões e nível baixo de glicose em outras, pra ver se isso faria alguma diferença na ocorrência de atos reais de agressão.

Mas Julie Schumacher, que estuda psicologia e violência doméstica na Universidade do Mississippi, afirma que o estudo foi bem planejado e que é razoável concluir que "níveis baixos de glicose podem ser um fator que contribui para a violência íntima entre parceiros".

Ainda assim, tanto ela quanto Beedie acreditam que não é possível interpretar os resultados com os bonecos como indicadores de risco de agressão física contra o parceiro.


Uma curiosidade sobre o projeto é que Bushman recebeu uma ligação da companhia que administra seu cartão de crédito para ter certeza de que era ele mesmo que gastou US$ 5 mil para comprar mais de 200 bonecos de vodu.


Fonte: G1

VINHO GUARDADO




Abre a tranca da janela por favor
Que o pior da tempestade já passou
Tem um sol se espreguiçando no jardim
Gritando assim
Abre a porta pra mim
Desfaz a prisão
Não há mais razão
Não há mais porque
Querer se esconder da vida
Abre os olhos e desperta por favor
Que o pior da tempestade já passou
Abandona o travesseiro e o cobertor
Que um novo amor
Pode estar pra chegar
Desfaz a prisão
Não há mais razão
Não há mais porque
Querer se esconder da vida
Eu sei que pra viver um grande amor
Vinho guardado é bem melhor
Tem mais sabor
Porém quando ele envelhece
Se a gente esquece

Pode se estragar
Meu bem conta pra saudade
Que a felicidade
Veio morar em seu lugar



Nana Caymmin

Postagens em destaque

Em entrevista, o Poeta e Compositor santareno Renisson Luis Vasconcelos fala de sua arte e do amor que tem por Nossa Senhora da Conceição

Estamos na semana que antecede o Círio 2017 de Nossa Senhora da Conceição, Padroeira de Santarém.  Uma semana intensa de preparativos ...