terça-feira, abril 29, 2014

APENAS SAUDADES...

Tenho medo  desses murmúrios loucos,  ruídos estranhos,  que   roubam o silêncio dos meus pensamentos tão  estacionados em você. Acho estranho a agitação  dos dias,  que  se confunde com a calmaria dos seu olhar, refletido suave,  no vento que passa. Tenho receios   dessa  sede insana que  perde-se na sensatez , refugiada no  sabor  ardente do seu beijo. Beijo  que feito fonte de água, mata minha sede. O aroma do seu perfume se confunde com as flores e dentro do meu coração, não tem inverno, nem verão só você  se faz minha doce primavera, aroma de vida,  a perfumar meus poros de inspiração. Apenas saudades... Apenas saudades.


                                                                                                      Socorro Carvalho

Postagens em destaque

Em entrevista, o Poeta e Compositor santareno Renisson Luis Vasconcelos fala de sua arte e do amor que tem por Nossa Senhora da Conceição

Estamos na semana que antecede o Círio 2017 de Nossa Senhora da Conceição, Padroeira de Santarém.  Uma semana intensa de preparativos ...