quarta-feira, julho 09, 2014

MINHA INSPIRAÇÃO DE VIDA...

Hoje o sol brilhou de forma especial. O brilho estava radiante, o calor aquecia os sonhos e o cintilar de cada raio era-me paisagem divina, ímpar. Em meu coração uma canção, uma oração! Uma canção alegre de celebração e de vida. Oração de agradecimento pelo dom da vida. O dia estava especial. 

Tudo ao meu redor me foi encanto nesta manhã. O lindo alvorecer, o acordar, a presença da minha família, a ida para o trabalho, minha alegria em estar viva e nessa vida desfrutar de tudo que Deus me deu. Até meu sorriso estava diferente e em meu coração sentimentos de paz e felicidade.

 Iniciava-se mais uma poesia da vida real. O ônibus, as pessoas indo para o trabalho, as cores, a mistura de perfumes,  o tráfego pelas ruas asfaltadas, ou esburacadas, enfim. Só sei que tudo fluía em meus olhos como poema a me inspirar versos e rimas. O  pane no ônibus,  a troca inesperada, nem mesmo isso roubou minha paz. Era uma paz interior, apesar da derrota do Brasil, na Copa do Mundo, no dia anterior.  Assim acordei nesta quarta feira ensolarada em Santarém.

Acordei tão de bem com a vida que nem mesmo o pane no ônibus conseguiu me irritar , pois ao contrário do aborrecimento ganhei de brinde a alegria de ver o Rio Tapajós e sentir aquele cheiro de poesia, de vida. Cheiro que amo e que me inspira, só os poetas conseguem sentir o cheiro do Tapajós.  O cheiro do Tapajós trazido através do vento batendo em meu rosto e a felicidade de poder contemplar tantas coisas boas, em minha  rotina tão simples e ao mesmo tempo tão rica e preciosa.

Isso mesmo rica e preciosa. Pois em meu peito nascera  uma felicidade vinda de dentro da alma, sensação inexplicável. Bobagem? Não. Apenas sou feliz. Não tenho o melhor salario, nem tampouco o carro do ano ( ainda nem tenho carro) mas tenho a graça de iniciar meu dia respirando e aspirando felicidade, cheia de pensamentos e energia positiva. Esse é o barato da felicidade. Ser feliz com simplicidade e até mesmo com as dificuldades,  que tanto me edificam diante da vida.



Edifico -me com a maternidade,  muito especialmente. Sou a mãe mais boba e coruja que possa existir. No entanto, o limite ao meu filho fez dele um grande ser humano. Pedro Carvalho é o nome do  meu  filho, hoje um rapaz. Um dia embrião  gerado do amor mais bonito e sincero que já pude sentir em meu coração. E isso me recompensa por todos os desafios e experiências vividas, ao longo dessa minha vida louca. Sou grata a Deus, pois tenho o filho mais compreensível e especial. Menino  de essência preciosa capaz de entender meu mais íntimo silêncio e respeitar minhas escolhas, mesmo as mais loucas e inexplicáveis.

Diante disso, só posso me sentir muito feliz. Para completar tenho uma família cheia de gente simples, mas  que me ama, apesar do meu jeito chato de ser. Tenho minha mãe graças a Deus, que advinha meus desejos de gulodices e sempre está preparando delícias para me receber e agradar em cada novo dia. No trabalho amo o que faço. Convivo com uma turma jovem e iluminada, meninos e meninas que muito me orgulham e com os quais divido parte de minha vida. Só posso me sentir feliz e grata a Deus por tudo isso.

Algumas pessoas  ainda  me dizem que preciso de outra metade para ser feliz completamente. Será? Penso eu. E penso que a grande sacada é procurar  ser feliz sozinha, primeiro,  e que se um dia , por acaso, surgir essa outra  esperada metade, que ela venha só como um complemento dessa já existente felicidade que sinto, a cada instante que posso viver e ser feliz  com a simplicidade da vida. Que essa metade venha somar, não dividir. E que só venha multiplicar essa felicidade já existente dentro do meu ser. E que seja enviado por Deus,  para se juntar a minha vida.

Mesmo sem a chegada dessa metade. Já  posso mesmo  agradecer a Deus por tudo. Até pela saudade que sinto das minhas duas mais lindas filhas-sobrinhas Daniele e Aline. Sinto-me feliz em  saber que elas estão bem e também estão felizes, mesmo longe da minha companhia física. 

Enfim sinto-me extremamente feliz, hoje, neste momento. Mesmo que eu tente definir, escrever meus diversos olhares e momentos vai ser dificil traduzir o que sinto aqui dentro do meu coração. Esse mesmo coração que reza em silêncio por cada um dos meus irmãos e irmãs e também pelos amigos (as) - irmãos (as), sobrinhas (os), cunhadas (os) , afilhados (as) e por quem me é especial. 



Só tenho muito a agradecer a Deus. Pois só Ele pode me proporcionar tamanho sentimento de gratidão pelo Dom da vida. Hoje 09 de julho, muito especialmente,  celebrado como brinde dedicado ao meu afilhado Álvaro Heleno completando 10 aninhos de vida.

 Por isso, a ele dedico hoje toda minha inspiração e poesia da vida real. Poesia que me sustenta, me acaricia o cansaço, me fortalece, acalma minhas dores e me faz entender  que os meus sentimentos são sempre verdadeiros, isso é o que me sustenta e mantém  firme em cada novo dia. 

A presença de Álvaro Heleno em minha vida é um presente de Deus que recebi da minha comadre Armandina. Ao Álvaro desejo muitas felicidades e bênçãos de Deus,  hoje e sempre.

 Sei que não agrado a todos (as), pois tenho um jeito especial de ser, de ser eu. Chata, porém verdadeira. Por isso, penso que na ausência é que o respeito e a confiança edificam-nos em cada novo dia. Sou intensa, apaixonada, sou inteira... Dou gargalhadas de nada. Fico p da vida. Chamo palavrões. 

Não sou santa, nem beata, sou simplesmente eu.Não posso negar que as vezes sou anjo e também demônio ao mesmo tempo. Amo intensamente, mas deixo de amar com a mesma facilidade que amo. Não queira me entender. Não preciso da sua compreensão. Deus sabe o que sinto e o que penso.  Sou confusa mesmo, mas com meus sentimentos sou real e verdadeira, comigo mesmo. Se estou chateada, não escondo nem faço questão de disfarçar. Tenho ciúmes, sim. E daí?  É meu jeito de gostar, de cuidar. sou complexa, mas legal. (eu acho) rsrs Se qualidade ou defeito costumo pensar que a vida é breve demais, para que a levemos tão a sério sem nos permitir   sorrir e brincar.

 Na poética da vida você é que  escolhe se me quer anjo ou demônio... Enquanto isso, sigo feliz com meu eu, às vezes parecendo boba e as vezes grande  apaixonada, mas não se engane. No fundo, no fundo sou observadora e madura o suficiente para entender  as entrelinhas, sou poeta. Não duvide.

Eis aqui a poesia real da minha vida e um pouco da tradução do meu mundo, das pessoas  que amo, de cada momento que  me dá inspiração para viver e  ser poeta em cada novo dia...Um brinde para festejar a vida e a arte de ser feliz,  com minha simples  inspiração de vida!!!



Socorro Carvalho




Postagens em destaque

Maria Maria

Maria, Da lua Herdastes brilho e serenidade. Do sol Juntastes calor e esperança. Doce Maria! De encanto, de amor. Suave como a b...