sexta-feira, outubro 16, 2015

JÁ NÃO PRECISO...

 
 
 Já não preciso de versos inacabados, frases interrompidas. ​
​Silêncios profundos, com ânsia de falar​.
Já não quero mais o sussurro roubado. Nem o olhar indefinido.
Não quero declaração emprestada. Nem rimas sem alegrias.
Já não quero tantas coisas.
Já não quero encontrar respostas na indecisão.
Nem iludir sentimentos com vagas ilusões. 
Hoje resolvi revirar o armário e expulsar do meu arquivo
cada fragmento desse universo de fantasias, sem carnaval...

Socorro Carvalho

Postagens em destaque

Maria Maria

Maria, Da lua Herdastes brilho e serenidade. Do sol Juntastes calor e esperança. Doce Maria! De encanto, de amor. Suave como a b...