terça-feira, dezembro 01, 2015

POESIA É ALÍVIO

Foto: Nilson Vieira

 Não posso desistir da poesia
Nem mesmo se um balde de água fria
Me fizer a alma doer
Nem mesmo me fazendo a vida sofrer
Desistirei da arte que me alivia
Essa coisa de poesia é para mim
O meu viver
É nela que me desloco, que fujo da realidade
E ajusto o meu foco, para livre Voltar a ser

Giano Guimarães

JANELA SOBRE UMA MULHER...

“Essa mulher é uma casa secreta.
Em seus cantos, guarda vozes e esconde fantasmas.
Nas noites de inverno, jorra fumaça.
Quem entra nela, dizem, não sai nunca mais. 
Eu atravesso o fosso profundo que a rodeia. 
Nessa casa serei habitado.
Nela me espera o vinho que me beberá. 
Muito suavemente bato na porta, e espero.” 

Eduardo Galeano

Postagens em destaque

DANIELLE LIMA!! PARA VOCÊ, UMA CARTA DO MEU CORAÇÃO... FELIZ ANIVERSÁRIO!!!

Querida filha, Danielle Katrine Hoje, pensei em te fazer um poema!! Rimar versos para te falar do meu amor... Mas como poetizar,...